Blog da comunicação estratégica
Incomum

Reinvente sua forma de conversar com o consumidor usando o storytelling

Em tempos difíceis de conquistar a atenção do consumidor, que tal inovar na forma de conversar com eles?
conversar com o consumidor usando o storytelling

Você acha que os seus clientes têm uma conexão pessoal com a sua marca? Será que enxergam a sua empresa como autêntica? Eles se identificam de algum modo com a sua história?

Esses são os questionamentos que você deveria estar fazendo, caso deseje reinventar a forma de conversar com o seu consumidor. E, para cumprir esse objetivo, uma das estratégias mais recomendadas vem a ser o storytelling.

No post de hoje, vamos entender exatamente o que é o storytelling, como ele funciona na prática e quais são as vantagens que ele pode trazer para o seu negócio. Boa leitura!

O que é o storytelling?

O termo storytelling, do inglês, está relacionado à capacidade de contar histórias — uma das maneiras mais eficazes de compartilhar conhecimento, de transmitir uma mensagem. Seja por meio de um texto, uma imagem ou um vídeo, a estrutura de começo, meio e fim de uma história costuma ser fácil de entender e de chamar a atenção.

No contexto do marketing e da produção de conteúdo, trata-se de uma técnica de comunicação estratégica para as empresas se aproximarem das pessoas, despertando o interesse delas por meio da emoção e da criatividade.

Um bom começo para contar boas histórias é se perguntar:

  • Por que o seu negócio existe?
  • Por que a empresa começou a desenvolver os produtos ou a disponibilizar os serviços que oferece?
  • O que motiva você e a sua equipe para o trabalho todos os dias?

Há empresários e tomadores de decisão que dirão que suas organizações não têm boas histórias para compartilhar. Geralmente, o que acontece é que as boas histórias já estão lá e só precisam ser contadas de forma a engajar o público.

Pegue a história da sua empresa, por exemplo. Ela é interessante porque nenhuma outra companhia terá passado exatamente pelos mesmos acontecimentos. É uma narrativa única e que já a destaca diante dos concorrentes.

Vale lembrar que, apesar de usarmos o storytelling para contarmos histórias, não quer dizer que elas devam ser fictícias. Não importa se a história for sobre a sua marca, a sua indústria ou o seu produto — ela tem que ser honesta e com base na realidade.

Como o storytelling funciona na prática?

Para que o storytelling funcione, é preciso que ele conte com componentes como um personagem, um conflito ou obstáculo e uma resolução. Também ajuda a engajar o leitor ou espectador evocar outros elementos, como:

  • suspense;
  • mistério;
  • nostalgia;
  • ansiedade;
  • tensão.

É claro que sentimentos de alívio, prazer, confiança, alegria e empatia devem fazer estar presentes para balancear a história.

É preciso que todos esses elementos juntos, de alguma forma, influenciem a percepção e a emoção do receptor. Dessa maneira, a empresa é capaz, inclusive, de modificar as visões equivocadas ou preconceitos do público, em relação à própria marca.

Vejamos alguns casos de empresas que já usam o storytelling como parte de suas estratégias:

Nextel

A operadora de telefonia móvel convidou artistas como Junior Lima, Daniella Cicarelli e Bruno Gagliasso para uma campanha contra os rótulos. Nas propagandas, destinadas ao reposicionamento da marca, esses artistas são completamente honestos. Eles expõem rótulos que sofreram durante a carreira — o que nada mais é que contar parte da própria história.

Ao mesmo tempo em que eles passam a mensagem de que rótulos não os definem, a Nextel busca mostrar que é uma operadora completa, e não uma operadora de rádio apenas, como ainda é rotulada.

Airbnb

O marketplace de acomodações ao redor do mundo tem uma página especial dentro do seu site chamada Community Stories. Nela, pessoas que já receberam turistas em suas casas contam como foi a experiência.

São textos, fotos e vídeos que visam inspirar pessoas que gostam de viajar e motivá-las a encontrar uma hospedagem por meio do Airbnb. Também é um jeito de demonstrar que conseguir um lugar para ficar em uma cidade desconhecida é seguro e pode trazer gratas surpresas.

Quais são os benefícios do storytelling?

1. Facilita a comunicação

Em tempos de sobrecarga de informação e de publicidade on-line, é cada vez mais difícil prender a atenção das pessoas — principalmente das novas gerações.

Enquanto uma simples enumeração de fatos dificilmente consegue transmitir algum tipo de sentimento, uma mensagem com recursos de storytelling cria conexão pessoal e emocional, ajudando as pessoas a se concentrarem na ideia que você quer passar.

2. Potencializa o impacto da sua mensagem

Além da capacidade de engajar consumidores por meio da emoção, como já explicamos, uma boa história também tem o poder de ficar na memória das pessoas. Estímulos sensoriais têm a possibilidade de criar experiências de consumo mais fortes e que tendem a se tornarem memoráveis.

Quando a sua empresa está na mente dos consumidores, são grandes as chances de eles pensarem na sua marca, assim que necessitarem de uma solução que você ofereça. E mais: quem lembra e gosta da sua história pode espalhá-la para outras pessoas — o que contribui ainda mais para a divulgação da sua organização.

3. Educa os clientes

Como já vimos, o alto potencial de absorção de informações quando nos contam histórias é extremamente benéfico em termos de memorização — e o mesmo vale para o aprendizado.

Se você deseja educar os seus clientes sobre o funcionamento de um produto ou sobre as condições de prestação de um serviço, o storytelling pode ser muito mais útil que um manual de instruções, por exemplo.

Utilizar o storytelling é, portanto, uma ferramenta eficaz para instruir, motivar e inspirar os seus clientes e colaboradores. À medida que estimulam os sentimentos e os sentidos, as histórias ajudam a tornar abstrações como ideias e conceitos em algo mais concreto, contribuindo para que a sua mensagem chegue ao receptor com clareza e seja compreendida como o esperado.

Gostou do nosso artigo sobre storytelling? Percebeu como com alguns recursos usados para contar boas histórias podem engajar com a mensagem que você deseja passar e, consequentemente, com a sua marca? Então, curta a nossa página no Facebook! Assim você fica atualizado com os posts que publicamos sobre comunicação e marketing.

Postado em 13/07/2017 -

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Enviar Comentário

Voltar

arquivo

Fale com a
Incomum

Enviar

E-mail inválido.