Blog da comunicação estratégica
Incomum

7 tendências de consumo para ficar de olho

Veja se sua marca está acompanhando as tendências de consumo que escolhemos para você conhecer.

Toda empresa que deseja se manter em evidência e conquistar mais visibilidade para a marca precisa acompanhar as mudanças de comportamento do consumidor e as novas tendências de consumo. Afinal, novas realidades significam novas oportunidades.

Nas últimas décadas, a sociedade sofreu diversas transformações. A expectativa de vida aumentou, houve uma inclusão maior da comunidade LGBT, a dinâmica das famílias se modernizou, a participação da mulher nas universidades e no mercado de trabalho cresceu e o número de animais de estimação nas residências também aumentou.

Entre tantas mudanças, a que mais chama a atenção é a crescente demanda por serviços que ofereçam inovação e tecnologia. Hoje, com tantas opções de compra, o consumidor está mais exigente e seletivo. Ele não quer apenas adquirir um produto ou serviço, mas ter uma excelente experiência de compra.

Diante desse cenário, o empreendedor precisa se manter sempre atualizado sobre as novas tendências de consumo, pois quem é capaz de se antecipar com ideias inovadoras pode ganhar um diferencial competitivo enorme!

Veja 7 tendências que preparamos para você!

1. O consumo será muito mais digital

Cada vez mais, os aparelhos serão conectados à internet para oferecer praticidade, autonomia e conforto para o consumidor. Essa realidade inclui desde smartphones e tablets a eletrodomésticos, roupas e acessórios.

Pensando nisso, a Netflix lançou um serviço diferenciado: o mesmo botão que liga a televisão é capaz de abrir o programa, silenciar os celulares, diminuir as luzes e até fazer pedido de comida.

A Domino’s AnyWare, uma pizzaria americana, desenvolveu um aplicativo no qual é possível fazer pedidos por voz ou até mesmo enviar um emoji da pizza por mensagem. Após fazer o pedido, o cliente pode rastrear o tempo de chegada da comida com ajuda do aplicativo.

2. A oferta da tecnologia streaming aumentará

Apesar de não ser um recurso novo, o streaming está se popularizando cada vez mais por conta da qualidade da conexão à internet, que melhorou consideravelmente nos últimos anos. Esse serviço permite que o usuário decida quando, onde e como quer assistir a um vídeo ou escutar uma música, por exemplo.

YouTube e Netflix são exemplos de serviços que utilizam esse sistema, fato que causou uma enorme revolução na forma como crianças, jovens e adultos consomem entretenimento. Recentemente, a Rede Globo de Televisão aderiu aos encantos dessa tecnologia e disponibilizou o aplicativo Globo Play – o conteúdo é parcialmente gratuito e dispõe de uma assinatura mensal.

Essa alternativa será muito útil também para fazer transmissões de eventos ao vivo pela internet com a qualidade perfeita, uma vez que o download do streaming é prático e eficiente. Há bem pouco tempo, as transmissões eram de baixa qualidade e os vídeos apresentavam paradas súbitas em imagem e áudio.

3. O autoatendimento ganhará força

Um estudo realizado pela Cisco Customer Experience Report apontou que 65% dos consumidores brasileiros gostariam de ter mais opções de autoatendimento, para evitar as entediantes filas. Esse tipo de serviço é conhecido internacionalmente como self-checkout, e, por meio dele, o cliente pode fazer tudo sozinho, como: pesar o produto, verificar o preço, pagar e receber o comprovante.

No Paraná, a rede de supermercados Muffato foi a primeira do país a implantar o sistema de autoatendimento e conta hoje com 16 unidades em funcionamento. Por conta da praticidade proporcionada pela tecnologia, estima-se que o tempo de atendimento tenha sido reduzido em aproximadamente 20%.

4. As empresas usarão mais mensagens de texto para se comunicar

A popularidade dos smartphones e tablets e o fácil acesso à internet via tecnologia wi-fi e dados móveis têm feito com que o consumidor interaja mais por mensagens de texto do que por ligação telefônica. Essa mudança de comportamento prova que diversificar os canais de atendimento para atender a essa demanda é fundamental para a sustentabilidade dos negócios.

Enviar uma mensagem de texto utilizando recursos como WhatsApp, o bom e velho SMS, chats on-line, aplicativos próprios ou qualquer outro meio de comunicação será uma prática cada vez mais comum para as empresas se comunicarem com o seu público.

5. O apelo visual será um recurso mais explorado

Num mundo em que milhares de marcas disputam a atenção do consumidor, a comunicação visual será um recurso mais valorizado, até porque cerca de 90% das informações captadas pelo cérebro humano são atraídas por meio da visão, segundo especialistas.

A melhor forma para ganhar mais visibilidade e se destacar da concorrência é ter uma identidade visual atrativa e utilizar ilustrações mais criativas nas campanhas de marketing online e offline. Os outdoors tradicionais e os mais modernos (com sistema de LED) são excelentes iscas para chamar a atenção dos consumidores nas ruas, nos shoppings, em qualquer lugar.

6. Os aplicativos mobile serão mais diversificados

A tecnologia mobile perdurará por muito tempo. Prova disso é a crescente demanda por soluções por meio de aplicativos inteligentes. Um desses problemas foi identificado como o estresse da vida moderna e a necessidade de fazer pausas de relaxamento.

A novidade é que, agora, até mesmo aplicativos mobile podem proporcionar uma melhor qualidade de vida. Empresas estão investindo nesse recurso para ensinar técnicas de meditação e relaxamento: a solução do problema que cabe na palma da mão.

7. As tecnologias serão mais focadas no bem-estar coletivo

Segundo especialistas, existe uma expectativa muito grande por parte dos consumidores em utilizar dispositivos capazes de monitorar a saúde, as percepções sensoriais ou habilidades cognitivas.

A Lee Jeans desenvolveu um tecido capaz de reter calor para usuários na China. Os clientes foram incentivados a vestir as calças e sair nas ruas durante um dia frio para que seus movimentos medissem o nível de calor.

Além da inovação, que proporcionou mais conforto, a empresa interagiu ao pedir que o cliente escaneasse um QR code para ganhar produtos ou ter acesso a eventos exclusivos.

As empresas bem-sucedidas estão conseguindo prosperar mesmo numa época em que as pessoas costumam reclamar da crise financeira. O mais interessante é que elas continuam comprando, basta você acompanhar as tendências de consumo, estudar o seu mercado, observar as mudanças de comportamento do consumidor e desenvolver as suas próprias estratégias para sair na frente e se destacar da concorrência!

Gostou do artigo? Com qual dessas tendências você mais se identificou? Deixe um comentário!

Postado em 14/10/2016 -

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Enviar Comentário

Voltar

arquivo

Fale com a
Incomum

Enviar

E-mail inválido.